Postado por: کub 15 de agosto de 2012
Introdução
O Santuário de Atena, localizado na Grécia é desde os tempos mitológicos o
berço dos cavaleiros protetores da paz e da justiça na terra é um dominio governado pelo Grande Mestre do Santuário cuja a missão é comandar os cavaleiros da Deusa. Dentro do Santuário existem varias construções como casas, arenas para treinamentos, templos e etc.

Coliseu:
Trata-se de uma arena próxima à casa de Áries. É utilizada para treinamento e para lutas entre aspirantes a cavaleiros. Foi nesse local que Seiya derrotou Cássius e conquistou a armadura de pégaso. O avião que levou Saori e os cavaleiros de bronze ao Santuário, pousou no coliseu. Na saga de Hades, Mu teletransporta Seiya para o coliseu, evitando que o cavaleiro de bronze enfrente Máscara da Morte de Câncer.

Relógio de Fogo:
É uma torre de duas faces que pode ser vista de qualquer lugar do Santuário. Em cada face existem doze espaços onde chamas se acendem (cada espaço representa um signo do zodíaco). Uma chama leva uma hora para se apagar, portanto, todas as chamas se apagam em doze horas. O relógio de fogo só pode ser aceso quando o Santuário está sendo invadido.

Doze Casas:
As doze casas são os maiores obstaculos a se enfrentar para chegar até Atena, sendo elas, Aries, Touro, Gêmeos, Câncer, Leão, Virgem, Libra, Escorpião, Sagitário, Capricórnio, Aquário e peixes. Cada uma dessas casas é guardada por um Cavaleiro
de Ouro do respectivo signo.

Jardim das Arvores Salas Gêmeas:
Na Casa de Virgem encontra-se um portão que esconde um mito dentre as 12 Casas. Este portão leva a este jardim misterioso que nem mesmo os Cavaleiros de Ouro tem certeza de sua existência. Um lugar belo e tranqüilo, coberto por grama e flores roxas. Várias pétalas voam pelo ar formando uma “dança de pétalas” magnífica, e no centro do jardim estão as árvores que nomeiam este jardim: As Salas Gêmeas. Para seguir para a Casa de Libra não é necessário passar por este jardim, de modo que ele é totalmente escondido e fica na lateral esquerda da Casa de Virgem. Os invasores podem seguir, se derrotarem ou tiverem a permissão do cavaleiro de virgem, no caminho a frente sem mesmo perceberem o portão do Jardim Secreto de Virgem. Dizem que Buda se deitou entre essas arvores quando estava prestes a morrer. Na saga de Hades foi palco para a batalha entre Shaka, Saga, Camus e Shura.

Sala do Grande Mestre:
Local onde vive o Grande Mestre, líder dos 88 Cavaleiros. Não se pode chegar ao Templo de Atena sem antes passar por aqui. Durante a saga do Santuário, Seiya de Pégaso e Ikki de Fênix lutam nesse local contra Saga de Gêmeos.

Templo de Atena:
O Templo de Atena é onde se encontram Atena e tambem sua estatua. A Estátua de Atena, se banhada com o sangue da mesma, também pode se transformar na poderosa Armadura de Atena, a armadura dos deuses, que é chamada de Kamui, cujo poder é superior a das Armaduras de Ouro.

Star Hill:
É uma colina muito alta e de difícil acesso, no topo há uma construção semelhante a um templo. No mangá The Lost Canvas, o mestre Sage vai ao local para interpretar as estrelas e prever o futuro. Durante a saga do santuário, Marin de Águia vai até o topo de Star Hill e encontra um corpo (no mangá, é o Shion; no anime, é Ares de Altar).

Cemitério dos Cavaleiros:
Somente os cavaleiros de Atena podem ser sepultados neste local. No episódio G, foi palco do combate entre Camus de Aquário e os soldados subordinados ao Titã Hyperion. Durante a saga de Hades é incendiado pelos cavaleiros de bronze menores a mando de Shina de Cobra, para evitar que mais cavaleiros sejam ressuscitados pelo deus do submundo.

Fonte de Atena:
Local descrito apenas na história lateral  Atena! O Grande Amor, publicada na revista Jump Gold Selection. Trata-se de um pequeno templo no meio de um bosque. Segundo Mu de Áries, nos tempos mitológicos os cavaleiros que estavam à beira da morte eram levados para esse templo para que tivessem uma morte tranquila. Até que um dia a estátua de Atena verteu uma lágrima que caiu no local e um denso bosque se formou no local, milagrosamente os cavaleiros que ali estavam foram curados. Desde então, o local passou a ser utilizado como uma espécie de hospital para cavaleiros feridos.

| 1 comentários |

  1. Muito bom colher essas informações. parabéns pelo trabalho.

    ResponderExcluir